Coleções

Problemas respiratórios aumentam no Brasil, podem estar associados aos incêndios florestais na Amazônia

Problemas respiratórios aumentam no Brasil, podem estar associados aos incêndios florestais na Amazônia


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Enquanto os incêndios na floresta amazônica se intensificam por semanas, os brasileiros expressam suas preocupações com o aumento dos problemas respiratórios, especialmente em jovens e idosos.

O estado de Rondônia foi o mais atingido, uma vez que os incêndios estão concentrados principalmente nesta região.

RELACIONADOS: QUEIMANDO O FUMO DA AMAZÔNIA TEM ESCURIDOS OS CÉUS DE SÃO PAULO DURANTE O DIA

O hospital infantil Cosme e Damia, no Brasil, tem visto um aumento no número de pessoas reclamando de problemas respiratórios nas últimas semanas.

A ligação entre incêndios e problemas respiratórios

“As crianças são as mais afetadas. Estão tossindo muito”, disse a enfermeira Elane Diaz, da capital de Rondônia, Porto Velho. Essa tosse pode causar sérios problemas de saúde.

Daniel Pires, pediatra e diretor adjunto do Hospital Infantil Cosme e Damia, disse ao jornal Folha de S. Paulo: “Esse período tem sido muito duro. O tempo seco e a fumaça causam muitos problemas nas crianças, como pneumonia, tosse, ou secreção. "

Pires continuou: "De 1º a 20 de agosto, a mediana (número) de casos foi de cerca 120 a 130 crianças com problemas respiratórios. De 11 a 20 de agosto, foi até 280 casos."

As doenças respiratórias aumentam no Brasil com o aumento dos incêndios na Amazônia: Os temores crescentes sobre os impactos na saúde estão surgindo conforme o número de incêndios aumenta. O número de pessoas tratadas por problemas respiratórios, especialmente entre crianças, aumentou acentuadamente nos últimos dias. https://t.co/F0XosP1bZDpic.twitter.com/2C96HHsvuJ

- Natural Capital Coalition (@NatCapCoalition) 28 de agosto de 2019

Não apenas a vida de crianças em risco

Com o fogo aceso, não são apenas as vidas das crianças que estão em risco. Como a maior floresta tropical do mundo, a Amazônia é um grande absorvedor de dióxido de carbono, que é considerado crítico no combate ao aumento das temperaturas e outras questões mundiais relacionadas às mudanças climáticas.

O problema imediato para as pessoas que vivem dentro e ao redor da área é a ligação com problemas respiratórios, devido à inalação de fumaça repetida e prolongada. Se a exposição se tornar crônica, pode até levar a doenças pulmonares, que incluem enfisema pulmonar.

Os efeitos de longo prazo da queima da floresta serão sentidos em todo o mundo, mas no momento, são os brasileiros que mais estão sentindo.


Assista o vídeo: Fraturas Ambientais - Consequências para o futuro pós-Covid-19 (Junho 2022).


Comentários:

  1. Ingel

    Sinto muito, mas na minha opinião você está errado. Tenho certeza. Precisamos discutir. Escreva-me em PM.

  2. Kazraramar

    Sim, de fato. Foi comigo também. Podemos nos comunicar sobre este tema. Aqui ou no PM.

  3. Krystine

    Eu aceito com prazer. Na minha opinião, isso é relevante, participarei da discussão. Juntos, podemos chegar à resposta certa.

  4. Maran

    o silêncio chegou :)

  5. Dedric

    a ideia magnífica e oportuna



Escreve uma mensagem